Terça-feira, 12 de Setembro de 2006

Quantas vezes

Quantas vezes nós pensamos em desistir?  
Deixar de lado, o ideal e os sonhos? 
Quantas vezes batemos em retirada, 
Com o coração amargurado pela injustiça?  
Quantas vezes sentimos o peso da responsabilidade,  
Sem ter com quem dividir? 
Quantas vezes sentimos solidão, 
Mesmo cercado de pessoas? 
Quantas vezes falamos, 
Sem sermos notados? 
Quantas vezes lutamos; 
Por uma causa perdida? 
Quantas vezes voltamos para casa 
Com a sensação de derrota? 
Quanta vezes aquela lágrima, 
Teima em cair, justamente na hora 
Em que precisamos parecer fortes?
 

sinto-me:
música: fingertips - cause to love you
publicado por A sonhadora às 01:05
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De LAGRIMAS.DE.AMOR1 a 15 de Setembro de 2006 às 23:02
Quantas vezes rimos, quando nos apetece chorar?
Quantas vezes damos coragem quando precisamos tanto dela?
Quantas vezes damos carinho desejando no fundo receber o mesmo em troca?
Quantas vezes amamos querendo apenas odiar?
Quantas vezes levantamos os olhos para o céu, apetecendo apenas enterrá-los entre as mãos e deixar de sentir?
Quantas vezes vivemos, quando só nos apetece morrer?
Quantas vezes matamos o que queremos que viva?

...Mas orgulho-me da coragem que tenho.
A coragem que me acompanhou em todos os piores momentos pelos quais passei, a coragem de bater com a vida de frente e não me deixar derrubar por ela. De lhe dizer que a morte não foi inventada a pensar em mim...que quero viver. Não me deixarei derrubar, isso não...
A coragem de decidir que a dor não me tornará numa pessoa oca e amarga.
A coragem de me levantar após cada queda...fosse no instante seguinte ou no seguinte momento.
Arregaçar as mangas quando ao meu lado todos me diziam que era melhor não, ou quando se davam por vencidos. Mesmo aqueles que me diziam: não sei como tens coragem...
Lutar enquanto valer a pena.

Sempre achei que basta o primeiro passo, depois a coragem vem por si só.
Coragem para dizer não, quando desejava dizer sim...quando com essa palavra me magoava muito mais do que quem a ouvia, mas dizê-la mesmo assim, por sentir que era o que tinha que ser dito.

A coragem de não me deixar levar por sentimentos mesquinhos, por não odiar nem ter rancor de quem me fez muito mal.
A coragem de acreditar que amanhã, o sol estará além outra vez, independentemente da tempestade que hoje possa existir.

É disto que sinto orgulho em mim...de mesmo nos piores momentos, continuar com a coragem de acreditar que tudo passará. Saber que as minhas lágrimas podem servir para me dar força e não só para mostrar que sou fraca...

E coragem para ter a humildade de baixar os braços e encostar as armas...quando vejo que afinal a luta não vale a pena...
Mas não bato com a porta sem antes encarar a puta da vida e lhe dizer:
-fode-te...


Comentar post

.Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
 

. “Ha pessoas que nos falam e nem as escutamos; há pessoas que nos ferem e nem cicatrizes deixam.Mas há pessoas que, simplesmente, aparecem em nossa vida e que marcam para sempre...


.

.

.posts recentes

. Nao me vou esquecer de ti

. ...

. abraço que ...

. ...

. Chegou o momento, o momen...

. Vazia!...por fora e por d...

. Quero acreditar em Mim!

. Certa lenda conta...

. Sinto-me sozinha...

. Gritar ... apetece-me!!!!...

.arquivos

. Novembro 2008

. Março 2008

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds