Terça-feira, 28 de Novembro de 2006

Virtual? nah!!

Virtual?

Não,

tu és real...

Á noite,

teclamos descontraídos

pela madrugada adentro.

Trocamos confidências...

Na página da minha vida

o teu nome está lá escrito.

Quando fico triste

tu notas de imediato

pelo meu jeito de escrever.

Sabes todos os meus segredos

e eu sei os teus.

Se fico doente

preocupas-te comigo

Se estás mal

eu não estou bem.

Há gente que não acredita

neste carinho enorme

que cria raízes profundas

nos labirintos

do nosso coração.

Em meu coração,

existe porem um labirinto

de coloridas flores

que não se finam,

pois no jardim da amizade

nós as adubamos sempre...

É algo que faz

com que um só dia sem contactarmos

pareça um longo dia sem fim.

tu és a continuidade

ris comigo

choras comigo

torces por mim...

é linda a nossa amizade,

por isto e muito mais,

não te considero "virtual"

mas sim...

Meu Amigo de Verdade...

publicado por A sonhadora às 22:04
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 13 de Novembro de 2006

É triste...

“É triste amar um segredo, sofrer por quem não merece, ter que passar por quem se ama, e fingir que não conhece. É triste chorar por quem já morreu mas mais triste ainda é chorar por quem esta vivo e já te esqueceu”

publicado por A sonhadora às 16:14
link do post | comentar | favorito
Domingo, 5 de Novembro de 2006

Amizades verdadeiras.

_____________00______AS AMIZADES
____________0000_______VERDADEIRAS__
___________000000____SÃO COMO__
__________00000000_______AS ESTRELAS__
________000000000000__________NÃO____
00000000000000000000000000000__AS_____
__0000000000000000000000000__VEMOS__
____000000000000000000000___TODA_____
______00000000000000000___HORA____
_______000000000000000___MAS SABEMOS_
_______000000000000000_____QUE ELAS ___
______00000000000000000_______*EXISTEM*_
_____000000000_000000000___________
____0000000_______0000000_____________
___000000___________000000___
__000___________________000__

publicado por A sonhadora às 22:01
link do post | comentar | favorito
Sábado, 4 de Novembro de 2006

Vida passageira

                                                       

Se pudéssemos ter consciência do quanto nossa vida é passageira,    

talvez pensássemos duas vezes antes de jogar fora as oportunidades que temos de ser  e de fazer os outros felizes.

Muitas flores são colhidas cedo demais.   

Algumas, mesmo ainda em botão.                              

Há sementes que nunca brotam e há aquelas flores que vivem a vida inteira até que, pétala por pétala, tranqüilas , vividas, se entregam ao vento.

Mas a gente não sabe adivinhar.A gente não sabe por quanto tempo estará enfeitando esse Éden e tampouco aquelas flores que foram plantadas ao nosso redor. E descuidamos. Cuidamos pouco. De nós, dos outros.

Nos entristecemos por coisas pequenas e perdemos minutos e horas preciosos.

Perdemos dias, às vezes anos. Nos calamos quando deveríamos falar;

falamos demais quando deveríamos ficar em silêncio.

Não damos o abraço que tanto nossa alma pede porque algo em nós impede essa aproximação.

Não damos um beijo carinhos"porque não estamos acostumados com isso"e não dizemos que gostamos porque achamos que o outro sabe automaticamente o que sentimos.

E passa a noite e chega o dia, o sol nasce e adormece e continuamos os mesmos, fechados em nós.                                       

Reclamamos do que não temos, ou achamos que não temos suficiente.

Cobramos. Dos outros. Da vida. De nós mesmos.

Nos consumimos.Costumamos comparar nossas vidas com as daqueles que possuem mais que a gente.

E se experimentássemos comparar com aqueles que possuem menos?

Isso faria uma grande diferença.

E o tempo passa...

Passamos pela vida, não vivemos. Sobrevivemos, porque não sabemos fazer outra coisa.

Até que, inesperadamente, acordamos e olhamos pra trás.E então nos perguntamos: E agora?

Agora, hoje, ainda é tempo de reconstruir alguma coisa, de dar o abraço amigo, de dizer uma palavra carinhosa, de agradecer pelo que temos.

Nunca se é velho demais ou jovem demais para amar, dizer uma palavra gentil ou fazer um gesto carinhoso.

Não olhe para trás.                                                                                          

O que passou, passou.

O que perdemos, perdemos. 

Olhe para frente!

Ainda é tempo de apreciar as flores que estão inteiras ao nosso redor.

Ainda é tempo de voltar-se para Deus e agradecer pela vida, que mesmo passageira, ainda está em nós. 

Pense!...

Não o perca mais!...

(desconheço o autor)

publicado por A sonhadora às 20:33
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 2 de Novembro de 2006

fecho os olhos

Neste momento, apenas queria fechar os olhos...
Queria poder ver-te...
Tocar-te...
Abraçar-te...
Gostava de estar ao teu lado...
Mas não posso...
Vou então imaginar... Sonhar...
Basta fechar os olhos...

publicado por A sonhadora às 01:09
link do post | comentar | favorito

.Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
 

. “Ha pessoas que nos falam e nem as escutamos; há pessoas que nos ferem e nem cicatrizes deixam.Mas há pessoas que, simplesmente, aparecem em nossa vida e que marcam para sempre...


.

.

.posts recentes

. Nao me vou esquecer de ti

. ...

. abraço que ...

. ...

. Chegou o momento, o momen...

. Vazia!...por fora e por d...

. Quero acreditar em Mim!

. Certa lenda conta...

. Sinto-me sozinha...

. Gritar ... apetece-me!!!!...

.arquivos

. Novembro 2008

. Março 2008

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds